Viver do Riso ( 2018 - 2019) : Porque rir é o melhor remédio!







Por Calil Neto


21 de abril de 2019.

Uma série documental com 10 episódios exibido pelo canal Viva e depois reeditado para ser retransmitido em 5 episódios ( entre o dias 01 a 05 de abril de 2019) na Rede Globo sobre parte da história do nosso humor brasileiro com a apresentação e entrevistas realizadas pela musa do humor Ingrid Guimarães desde a época do teatro de revista com seu humor e musicais, o humor de dupla com Oscarito e Grande Otelo que foi influência para muitos comediantes indo até o Stand-UP Comedy e a era da internet.

Temos o humorista e apresentador Jô Soares desde Família Trapo e Viva o Gordo com seu mega sucesso em talk show Jô Onze e Meia no SBT ( Chico Anysio foi sondado para ir para o SBT na mesma época) e depois com o Programa do Jô na Globo. Jô Soares foi um dos responsáveis pela revelação do humorista Fábio Porchat na época do talk show na Globo. A dupla no humor com o humorista que finaliza a piada e o escada indispensável em duplas foi também um episódio da série com exemplos como Os Caras de Pau com Leandro Hassum e Marcius Melhem e a própria Ingrid Guimarães e Heloisa Périssé na dupla teatral Cócegas que foi um sucesso e depois foram juntas para a série Sob Nova Direção na Globo. Vale também lembrar da série Os Normais. Os Caras de Paul e Os Normais também foram para a telona.







Humor de auditório também está presente na série com o clássicão Sai de Baixo na Globo com depoimentos de Miguel Falabella e Cláudia Jimenez que rendeu diversos frutos na tevê como o Vai que Cola no Multishow. Tem menção também de A Praça da Alegria que se tornaria depois A Praça é Nossa. Tem os Os Trapalhões que recebeu um episódio apenas para o quarteto. A importância do humor regional presente na televisão e cinema com o sucesso de Renato Aragão e Tom Cavalcante e mais recente com Whindersson Nunes que veio da internet também tivemos abordados nesta fantástica série. Tem um episódio especial sobre Chico Anysio e seus diversos personagens de Chico City. A Escolinha do Professor Raimundo que serviu como uma porta para novos talentosos e dar emprego para diversos humoristas que estavam sem emprego não poderia deixar de ser citado. Tom Cavalcante por exemplo é fruto da Escolinha. O humor de Chico Anysio e seus programas serviram de referência para futuros humoristas. O humorista Mazzaropi também foi mencionado em um episódio da série e a própria talentosa goianiense Ingrid Guimarães deixa também seus relatos com sua experiência como profissional do humor. Um documento histórico de nosso humor brasileiro na televisão e cinema apesar de deixar alguns programa de fora da Globo ausentes neste seriado.






Fotos: Ellen Soares / Rede Globo

Comentários

  1. Com certeza rir é o melhor remédio .... Ainda mais quando as pessoas consegue transferir o que está atrás das lentes para a vida real.

    ResponderExcluir

Postar um comentário