Chacrinha: O Velho Guerreiro (2018): Filme de Andrucha enaltece um grande comunicador.






 
Por Calil Neto

10 de março de 2019.

Quem não se comunica, se trumbica. Fizeram um programa em homenagem aos 100 anos que o comunicador pernambucano Abelardo Barbosa ou mais conhecido Chacrinha faria em setembro do ano de 2017. Logo em seguida veio esta cinebiografia: Chacrinha: O Velho Guerreiro (2018).

O ator Stepan Nercessian em ótima escolha faz o papel de Chacrinha tanto neste especial mencionado exibido no canal VIVA e na Globo como no teatro e no cinema representando um dos maiores comunicadores que o nosso Brasil já teve. Eu particularmente curto muito quando o cinema nacional envolve a comunicação brasileira como em Chatô: O Rei do Brasil (2015) de Guilherme Fontes, a cinebiografia de Edir Macedo Nada a Perder de Alexandre Avancini e o vindouro Hebe: A Estrela do Brasil (2019) de Maurício Farias.  










Dirigido por Andrucha Waddington com produção da Globo Filmes e uma ótima direção de arte essa cinebiografia mostra a trajetória de Abelardo Barbosa desde a fase antes como locutor de rádio e apresentador de programa radiofônico com auditório e na televisão vivido quando jovem pelo ator e humorista Eduardo Sterblitch, ex- Pânico na Band, que tem todos os requisitos para interpretar o começo da carreira de Abelardo e comprova que pode estar em filmes fora do humor de deboche. A estreia na TV Tupi e a ida de Chacrinha para a Globo com programa aos cuidados do grande Boni ( Thelmo Fernandes ), depois o retorno para a TV Tupi, os boatos de romance com a cantora Clara Nunes ( Laila Garin ), os jurados de seu programa televisivo como Elke Maravilha ( Gianne Albertoni ) com quem tinha muito carinho e Pedro de Lara, ambos que trabalharam também com Sílvio Santos estão no filme. Promoção de futuros talentos musicais como Roberto Carlos e Sidney Magal em seus programas de calouros também está presente no longa.     

Chacrinha: O Velho Guerreiro é um belo filme de Andrucha que enaltece um grande profissional do rádio e tevê que era apaixonado pelo que fazia.




Foto: Instagram/ Reprodução




Comentários