Morning Show e o caso Jean Wyllys.


Foto: Rádio Jovem Pan FM



Por Calil Neto

26 de janeiro de 2019.

O programa Morning Show da Rádio Jovem Pan FM que aborda variedades, mundos dos famosos e também política teve uma treta nesta sexta-feira (dia 25 e aniversário de São Paulo!) envolvendo o apresentador Edgard Piccolli ( ex- MTV Brasil na época da gestão Abril ) e o jornalista Caio Coppolla que tem uma argumentação muito boa e é muito competente.

Não estou neste post querendo defender a esquerda ou a direita ou a homofobia, o Edgard Piccolli ou Caio Coppolla mas a maior parte da bancada do Morning Show é composta pela galera da esquerda e Caio Coppolla é um profissional segundo seus diálogos como de direita e conservador. Enquanto o jornalista Fefito, Edgard Piccolli e outros defendiam e repudiavam o agora ex-deputado federal Jean Wyllys de sua saída do Brasil por causa de perseguições políticas, homofóbicas e ameaças de morte e Fefito falava também dos preconceitos de ser gay, Caio Copolla indagava onde o governo Bolsonaro em seus discursos fazia apologia à homofobia. Um debate que não iria chegar em lugar algum. O que eles queriam mesmo é buxixo, treta e muita audiência! E conseguiram!   


Comentários