Luciano Huck não precisa e não deve entrar para a política brasileira.




Imagem: Arquivo Pessoal

Por Calil Neto

17 de fevereiro de 2018.

Eu me lembro quando o apresentador Luciano Huck (loucura loucura loucura!) era uma revelação e se destacou na televisão brasileira com seu elogiado Programa H na tevê Bandeirantes (lembra da Tiazinha e a Feiticeria?) e como aconteceria depois com o ator e apresentador Otaviano Costa que também comandou o Programa H migrou no final dos anos 90 para a Rede Globo para apresentar o que seria seu bem sucedido Caldeirão do Huck. Em uma época de grandes contratações da Rede Globo.

Em 2017 o nome do apresentador Luciano Huck como candidato à presidência da República surgiu em uma eleição do ano de 2018 que não tem um candidato presidenciável realmente confiável e elogiável. Ou tem?

É fato Luciano Huck realmente conquistou seu público e telespectador brasileiro e entrando na política o apresentador poderia perder o seu carisma e carinho do público que ele lutou muito para conquistar. Já sabemos como é a política brasileira e o seu sistema corrupto ( não apoio nenhum dos lados, nem partido de direita nem de esquerda!), apesar de que depois da operação Lava Jato os políticos brasileiro vão pensar duas vezes antes de passar a mão no dinheiro do povo.

Comentários